Sábado, 4 de Dezembro de 2010

9º Capitulo - " Ele ouviu tudo"

Sentei-me numa cadeira em frete ao espelho e chorei, chorei. Chorei por ter conseguido realizar o que o meu pai queria para mim, chorei por estar ali o David, chorei pelo que o David disse, chorei por nao saber o que sentia e chorei por nao ter falado a Inês do beijo.

 

- Ele estava a falar de ti nao estava? - perguntava-me a Inês. A sua cara era de fúria mas ao mesmo tempo de desilusao e tristeza.

 

- Sim, era.

 

- Porque nao me disses-te o que se passou naquela praia?

 

- Porque eu prometi que o que se passou com o Tiago nao se iria voltar a passar. Nao voltaria a por nenhum rapaz a tua frente, porque tu és a

minha melhor amiga. E por falar em Tiago, o que é que ele estava a fazer a tua porta naquele sábado da praia?

 

- Tu viste-o?

 

- Sim vi, mas nao mudes de assunto. Responde a minha pergunta.

 

- Ele queria que eu o ajudasse a voltar para ti. Diz que foi uma estúpidez terem acabado.

 

- Que lhe respondes-te? - perguntei eu muito friamente.

 

- Eu disse-lhe que se ele quisesse que te reconquistasse sozinho e disse que nao ia ter muita sorte porque tu namoravas com o David Luiz. - dito

isto ela baixou a cabeça.

 

- Inês, tu estas bem?

 

- Agora sim, mas eu naquele dia estava mesmo magoada contigo Bia e aquilo saiu-me.

 

- Nao podia ter saido.

 

- Eu sei, desculpa.

 

- Mas ele disse-te que ia fazer alguma coisa?

 

- Virou-me a cara a foi-se embora a rir.

 

- Eu conheço o Tiago, ele está a tramar alguma.

 

Levantei-me e fui a janela. Era o que eu temia, o carro do Tiago estacionado á porta do restaurante. Nem queria acreditar, e se ele fazia alguma

coisa ao David? Nao podia permitir isso. Sai pela porta das traseiras sem dizer uma única palavra á Inês. Vi-o, estava parado perto do carro a

observar o restaurante até que, a dada altura, se desencosta do carro e vai em direcçao ao restaurante. Corro e ponho-me á sua frente, empurrando-o para trás.

 

- O que é que tu estás aqui a fazer? - Perguntei eu mesmo fúriosa.

 

- Olá meu amor. - Baixou a cara ( sim, ele tem mais ou menos a altura do David e eu tenho apenas 1.55cm ) para me beijar e eu dei-lhe um

valente estalo.

 

- É que nem penses.

 

- Ah pois é, tu agora só ligas ao teu amor rico.

 

- Cala-te parvo, eu e o David nao temos nada e além disse tu nao tens nada haver com isso.

 

- Eu amo-te bia.

 

- Tu nao sabes o que é amor. Só sabes usar as pessoas, ( o meu tom de voz começava a subir ) mas tu deves te lembrar muito bem do que me

fizes-te. Ou já nao te lembras? Disses-te que gostavas de mim, que me amavas e no fim, só querias uma coisa, sim só querias sexo. E eu, feita

cordeirinho lá ia nas tuas cantigas. Quantas vezes abusas-te de mim? Quantas vezes me disses-te que se eu nao fizesse da maneira que tu

querias que acabavas comigo? Quantas? hãn? Responde, deixa de ser cobarde. Mas antes que respondas, é bom que fique bem claro. Essa

Beatriz morreu e já nao existe, por isso, esses teus jogos para mim chega. Mas sabes uma coisa que me deixas-te e que nem a nova Beatriz

consegue mudar? É saber amar. Eu já nao consigo confiar em nenhum rapaz, nao deixo que me toquem ou que me beijem. Já nao me deixo a

mim própria me apaixonar. E já que falas-te no David, queres saber é? Nao foi só por causa da Inês que me afastei dele, foi tambem por causa

das marcas que deixas-te em mim, por tua causa nao consigo confiar nele. Já nao me chegava teres-me tirado isto como Deus tambem me tirou o

meu pai. Realmente, é o que eu mereço, mereço morrer.

 

Olhei para trás e vi o David parado, ele acabara de ouvir tudo. Nao queria encara-lo, nem a ele nem a ninguem, por isso sai dali a correr. Tinha

trazido a minha pequena carteira e lá tinha as chaves da mota que estava mesmo parada do outro lado da rua. Atravessei, liguei a mota e

conduzi sem destino, apenas com uma certeza, eu nao devia existir, devia ter morrido no lugar do meu pai, porque ele ajudava pessoas eu, eu

nao ajudo ninguem.

publicado por fanficsomething às 20:24
link do post | Comentar | favorito
6 comentários:
De Diiane a 4 de Dezembro de 2010 às 21:47
Amizade vs amor
Aff
Ela devia ficar com David e a amiga ficar com outro! --.
Mais sim?
Beijinho
De branquinhosdoscachosdourados a 5 de Dezembro de 2010 às 00:20
lindo...

quero mais...

posta mais hoje por favor...

continua...

tou completamente viciada e tou adorando a tua fan fic...
De caty_silva a 5 de Dezembro de 2010 às 04:54
Já te disse, que gostei das alterações que fizes-te aos capitulos!!!

Adorei ainda mais este!! :D

Continua
De Annie a 5 de Dezembro de 2010 às 18:18
Olaa

Adoreii o capitulo :b


fico contente por continuares com a fic :b


beijinhos

Annie
De anabela a 9 de Dezembro de 2010 às 23:06
estou a adorar voltar a ler novamente a fic....
posto logo o proximo capitulo...
continua
bjs
De Lara a 20 de Dezembro de 2010 às 16:26
Escreve mais por favor =$

Comentar

Posts Recentes

Informaçao

11º Capitulo - "Espero qu...

10ºCapitulo - "Toda aVerd...

9º Capitulo - " Ele ouviu...

8º Capitulo - " Confissõe...

7º Capitulo - " Reconcili...

6º Capitulo - "Beijo"

5º Capitulo - "A amizade ...

4º Capitulo - " Descobert...

3º Capitulo - "Olhar fort...

Pesquisar

Arquivo

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 5 seguidores